Acessibilidade logo

Acessibilidade

bat-papo

Fale com a Prefeitura

  • *Campos obrigatórios
  • Ao iniciar um contato, você concorda com a Política de privacidade

  • ...Ou se preferir

  • Ligue para nós

    (77)3485-2733

  • Ou seja atendido presencialmente

    Segunda a sexta-feira, das 08:00 às 14:00 horas.

    Praça Deputado Henrique Brito, 344, Centro

  • Outros meios de contato

Em conformidade com:

Obras
Prefeitura realiza manutenção de estrada que liga sede do município à Barra do Parateca
30/03/2021

Carinhanha possui uma grande extensão rural, devido a isso, as estradas vicinais que cortam o município são o coração da nossa economia. Diariamente, os mais variados produtos são transportados por esses caminhos e centenas, quiçá, milhares de pessoas transitam por eles, num ir e vir sem fim.

Por isso, mesmo recebendo a prefeitura com uma frota deficitária, com carros e máquinas sucateados, o Governo Unidos Pelo Desenvolvimento não tem medido esforços para melhorar as condições das estradas, a exemplo do trecho que liga a sede municipal à Barra do Parateca, passando pelo Bebedouro e Angicos. 

Em 2007, durante seu primeiro mandato como prefeita, Francisca Alves Ribeiro firmou convênio com o Ministério da Integração para revitalização dessa vicinal, que se encontrava intrafegável. Foram mais de R$ 1 milhão investidos na obra. 

Passados todos esses anos, foi preciso que ela retornasse à prefeitura para que houvesse nova intervenção na estrada que se encontrava abandonada.

“Um dos compromissos do nosso governo é garantir condições às pessoas de produzirem seu próprio sustento e, para isso, elas precisam de estradas para escoar essa produção, seja um caminhão carregado de banana que vai para outro estado ou duas galinhas que serão vendidas na feira em Carinhanha. Tudo tem o mesmo valor porque é produzido com o suor da nossa gente, vem do esforço de uma família. Por isso, as estradas são tão importantes”, disse Francisca. 

A prefeita também reforçou a necessidade de melhorias para facilitar o tráfego de pessoas. 

“Seja a trabalho, a passeio, por motivo de saúde, não importa. Andar pelo município precisa deixar de ser um sofrimento. Nós não podemos encurtar as distâncias, mas com certeza, melhoraremos as estradas”, finalizou.



Autor: Paula Morena